Professor Almir de Carvalho: O ser humano vive de energia

por Almir de Carvalho

O ser humano vive de energia

O maior alimento que o ser humano pode ter é energia. Embora seja invisível, esta energia é uma realidade e está em todo lugar. Quando estamos diante de uma platéia sentimos uma energia diferente circulando no estômago (borboleta no estômago). Quando esperamos encontrar a pessoa amada sentimos uma energia inquieta no coração. Se praticarmos um esporte radical, inevitavelmente sentiremos a energia chamada adrenalina circulando por todo o corpo. Quando perdemos um ente querido ficamos sem energia por um tempo. O alimento gera energia, assim como as emoções provocam diferentes tipos de energia.

A raiva tem influencia no fígado e provoca descarga de energia quando ela é exteriorizada, mas, esta mesma emoção, reprimirá a energia se ela não for expressa. A ansiedade gasta a energia física e psíquica. A preocupação direciona excesso de energia para o sistema digestivo. O medo faz a energia descer prejudicando a circulação no cérebro. A tristeza faz a energia interiorizar.

Saiba que todas estas emoções são importantes desde que elas estejam em equilíbrio.

O universo é abundante em energia vital. Tudo o que vemos ao nosso redor é composto por algum tipo de energia.

Se analisarmos pelo ponto de vista da ciência, saberemos que o átomo é energia pura com polaridades positiva e negativa e sendo tudo composto por combinações de átomos e moléculas, podemos imaginar que tudo realmente é energia.

O cérebro é responsável por monitorar o fluxo de energia pelo corpo. Ele faz isso de uma forma esplendida seguindo o principio de auto cura e preservação da espécie. É a inteligência universal atuando para manter a harmonia em tudo que existe no globo terrestre.

 Além destas energias mencionadas, existem duas outras que são as mais poderosas, a energia do pensamento e a do amor, sendo esta dependente daquela.

Todas as experiências que vivemos sejam boas ou ruins, são combinações de energias proporcionadas pela matéria, o corpo, no qual nossa Alma habita. A Alma, ou, a Essência, habita um emaranhado de energia que será conduzida e canalizada de forma a tornar o veículo um instrumento de expressão do amor.

Sabemos por experiência que o amor traz felicidade duradoura e quanto mais amamos mais sentimos felicidade.

Podemos dizer que no amor a energia está positiva, mas lembre-se, que a energia não existe sem a sua polaridade, a negativa. Esta representa o nosso lado sombra, o nosso Ego, que faz distinções e coloca barreiras entre a Alma e o amor.

Não podemos viver sem o Ego, mas podemos torná-lo nosso amigo agindo em conjunto com a Alma.

O Ego diminui à medida que o amor aumenta.

Se prestarmos atenção à natureza, veremos que tudo é uma expressão do Amor, o movimento das águas, o vento que balança as árvores, os animais que interagem, as maravilhosas flores, tudo expressa o mais puro amor. O único ser que pratica o anti amor, que é o ódio é o ser humano, que pensa no ódio e na destruição. O amor é dependente do pensamento. Se quiseres entender o amor fique um tempo em silencio.

Este texto já foi publicado no Jornal Folha do ABC no dia 4/2/2012

Namaste

almir para my best wish

Contato Professor Almir Carvalho: http://reabilitaac.com.br

Mais posts sobre este assunto:

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *