O essencial é invisível aos olhos | Universo Masculino por Chef Rafa Alvarez

O essencial é invisível aos olhos | Universo Masculino

chef rafa alvarezSábias são as palavras do Pequeno Principe quando afirma: O essencial é invisível aos olhos, claro que o autor está se referindo a questões mais profundas, que transcendem o plano das sensações tangíveis, focando sua afirmação em questões da alma, dos sentimentos e do pensamento.

Mas, esta frase pode ser adaptada e resignifcada para se enquadrar em um contexto mais mundano por assim dizer, no cenário das relações interpessoais e acima de tudo no jogo da sedução, qual é o essencial que buscamos e acima de tudo, como tornar esse essencial invisível aos olhos, visível?

Não quero aqui cair na mesmice e afirmar que mulheres gostam de homens bem apresentados e que a façam sentir especiais, isso é um tanto quanto óbvio para a grande maioria dos homens – ou pelo menos deveria ser – a ideia aqui é tentar oferecer artifícios para que as mulheres percebam tudo isso de uma maneira mais subliminar, sutil e acima de tudo, mais convincente e natural.

De que adianta ter um carro esportivo último modelo e ir buscar sua companheira nele cheio de restos de lixo e comida no chão? Ou pior ainda, com aquele cheiro nauseante de cigarro? Um terno feito sob medida causa pior impressão que uma camiseta básica branca, se esse estiver sujo. De nada adianta uma cobertura com vista bonita, se ao usar seu banheiro, a mulher encontrar um ambiente comparado aos de rodoviária ou então cheio de revistas de gosto duvidoso que a fazem sentir como se estivesse entrado no banheiro do irmão adolescente. Existe uma linha que separa a elegância do exagero, o despojado do desleixado, a cortesia da bajulação.

Mesmo se lhe faltar o carro esportivo, a cobertura de frente ao mar e o terno italiano feito sob medida, alguns gestos lhe renderão mais pontos do que todos estes itens somados. Será seu primeiro encontro com aquela beldade da área de marketing e vocês optaram por sair em um barzinho. Primeira dica, sempre se ofereça para ir buscar sua parceira, independente do seu carro ser Zero ou 1971 mantenha-o organizado e com um aroma agradável, isso demonstra respeito a pessoa que você irá levar.

A maneira que você estará vestido também diz muito sobre você, vá sempre de acordo com o dress code do lugar que vocês irão, use roupas alinhadas, bem passadas e com cheiro de lavadas. Não exagere no perfume, lembre-se sempre da linha que separa os extremos. A mulher deve perceber que você a levou em consideração em suas escolhas, isto fará com que ela se sinta desejada, sem que você precise dizer uma única palavra.

Provavelmente ela demore para chegar ao carro e você jamais comentará este fato. Abra a porta para ela e teça um elogio tentando fugir do trivial, fale do cabelo, da roupa, do aroma do perfume, uma única vez e sem dar muita importância ao fato, elogiá-la de maneira espontânea deve ser algo presente no seu dia-a-dia.

Muitos homens confundem elogios com adulação, você não deve tratá-la como se estivesse na corte francesa do século XVII, tampouco como se estivessem em um baile funk, a divisa entre estes dois extremos é um lugar seguro.

Chegando no local, deixe a escolher uma mesa onde ela se sinta mais confortável, uma mesa no meio de todos pode indicar que ela busca algo mais informal em um primeiro momento, outra mais reservada, traz indícios que ela busca intimidade com você. Saiba sentir sua parceira, o tom de voz e o tamanho das respostas lhe dão indícios se o papo está ou não agradável.

No final, ofereça-se a pagar a conta, mas não insista. Algumas mulheres gostam de mostrar sua independência. O importante é frisar: mulheres são detalhistas, portanto foque nos detalhes, gestos, mimos, sorrisos, palavras. Desperte os sentidos dela e mostre muito mais do que os olhos são capazes de ver.

Rafa Alvarez, Chef Cena Restaurante

www.cenarestaurante.com.br

contato: chef@cenarestaurante.com.br

Mais posts sobre este assunto:

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *