O que é ser Essencialista? Podcast e Texto!

O que é ser Essencialista? Podcast e Texto!

como ser minimalista essencialista

Olá gente!

Você já imaginou o que realmente é importante no seu dia? Já parou para pensar de tudo o que você faz desde que o dia inicia-se até a hora que termina, o que realmente é essencial e o que apenas lhe desperdiça tempo, dinheiro e energia?

Pois bem, por amar tanto a vida e valorizar cada segundo do meu dia, já faz um tempo que eu venho excluindo tudo que ROUBA O TEMPO! O tempo é uma das coisas mais sagradas e valiosas que temos, você já parou para pensar nisso? Quanto vale o seu tempo? O meu é muito valioso… Ter tempo para fazer o que gostamos; para curtir quem amamos; para simplesmente ficar sem fazer nada; para viajar… tudo isso é tão raro na minha vida, que resolvi ELIMINAR TODOS OS LADRÕES DO MEU TEMPO!

Diante da busca por ter uma vida minimalista, mais feliz e com mais tempo, eu me deparei com uma nova “tribo” que me encantou de cara, os ESSENCIALISTAS!

Eu tenho estudado muito o Essencialismo e estou encantada com o bem que este lifestyle pode me fazer, por isso resolvi trazê-lo ao blog e gravar um podcast!

Sabe, é preciso coragem para eliminar o que não é essencial! Será que você está preparada? Eu acredito que estou…

Segundo Dieter Rams (percursor do essencialismo) – weniger aber besser – menos, porém melhor. Gente, quando eu li isso, na hora me identifiquei e me encontrei! É isso que quero para mim, simples assim! Eu quero o menos, entretanto, quero sempre o melhor!

Mas já devo deixar muito claro que ser essencialista não é nada fácil! Para conseguir entrar para esta tribo é preciso aprender a dizer muitos NÃOS, é preciso manter as caixas de entradas limpas (ok, tem muita gente que nem sequer tem caixa de entrada, ainda, mas calma, chegaremos lá…), é preciso realmente aprender a excluir os ladrões de tempo… e tudo isso exige muito amadurecimento e auto-conhecimento.

O caminho do essencialismo é trivial: Filtra-se todas as opções que o mundo lhe dá e seleciona-se apenas as verdadeiramente essenciais.  Trata-se de fazer as coisas certas para você! É realmente delimitar o que lhe faz bem e excluir o que não é essencial.

Aos folgados e aproveitadores de plantão, resta deixar claro que, NÃO é simplesmente fazer menos por fazer menos! Muito menos deixar de fazer coisas pelos outros alegando que aquilo não é essencial para você, afinal, vivemos em sociedade e precisamos sim uns dos outros para viver felizes.

Para exemplificar é só lembrar daquele momento em que nosso armário fica abarrotado de coisas por acumularmos roupas e não as doarmos com a justificativa que:  “vai que a moda volta” ou “vai que emagreço”… Desta mesma maneira, nossa vida se enche de compromissos e atividades desnecessárias se não as filtrarmos e aprendermos a dizer não! É necessário que adote-se um sistema para filtrar tudo que entra em nossa agenda, ou acumularemos atividades da mesma maneira que acumulamos roupas inúteis – aquelas que apenas ocupam espaço e acumulam pó…!

Agora, se você decidiu – assim como eu – dizer não aos ladrões do tempo e ser muito mais feliz vivendo a pegada essencialista, leia os 3 itens abaixo e passe a aplicá-los, observando, como podemos ser muito mais felizes, vamos lá.

.

1. EXPLORAR

.

▲ Aplique o EXPLORAR em seus bens materiais, principalmente roupas e acessórios:  

Pare de fazer aquela famosa pergunta: Será que vou usar isto algum dia? E depois voltar a peça para o armário com justificativas que nem você acredita… 

Passe a fazer as seguintes perguntas: Eu realmente amo esta peça?Esta peça me deixa realmente incrível?; Com qual frequencia eu uso esta peça?…

Caso o NÃO prevaleça, simplesmente elimine! Mantenha o objeto em sua mente e fotos como belas recordações que não te rouba nem espaço e nem tempo. Afinal, óbvio que ela não é essencial.

▲ Em sua vida pessoal ou profissional, a atitude o EXPLORAR deve acontecer da mesma maneira:

A questão deve ser a seguinte: Qual dessas atividades ou iniciativas oferece a maior contribuição possível para a minha meta?; O que é realmente essencial e vale gastar meu tempo (o bem mais precioso) com isso?!…

Exercitar estas perguntas diariamente, em tudo que se faz, te fará criar um filtro natural! Eu tenho feito isso e juro que minha vida está muito melhor e eu estou muito mais feliz.

.

2. ELIMINAR

.

▲ Use o ELIMINAR seus bens materiais, principalmente roupas e acessórios: 

Você sabia que estudos comprovaram que tendemos a dar às coisas um valor maior do que elas realmente têm e, portanto, sentimos dificuldades em nos livrar delas! Para ajudar a decidir pelo sim, é hora de doar aquela pilha de coisas que ainda lhe deixam dúvidas, use a seguinte pergunta: Se eu ainda não tivesse esta coisa, quanto estaria disposto a pagar por ela?! Caso você perceba que não está disposto a gastar nada por tal coisa, descarte-a! Perceba que esta reflexão funciona muito bem para tudo.

▲ Em sua vida pessoal ou profissional, a atitude deve ser a mesma:

Na mesma linha de raciocínio, pare e pense: de tudo que você supostamente precisa fazer em seu dia, o que realmente é necessário? Quanto do seu tempo vale gastar do seu tempo para fazer tal coisa?! Aí sim defina em seu filtro mental se vai ou não fazê-la!

.

3. EXECUTAR

.

Depois de começar a realizar o passo 1 e 2 é hora de executar tudo isso em seu dia-a-dia! Aí vem o famoso poder do hábito!

▲ Em seus bens materiais, principalmente roupas e acessórios: 

Para que todos os armários das nossas vidas permaneçam arrumados, é necessário criar uma rotina regular. Separe uma sacola grande para os itens a serem dispensados e já encontre para quem doar! Mantenha ativo o hábito de doar, mesmo sem acumular quantidade de coisas expressiva! Encontrou 1 único item que não precisa ser mantido, que não é essencial? Doe-o prontamente! Chega de acumular.

▲ Em sua vida pessoal ou profissional, a atitude deve ser a mesma:

Antes de começar o dia, ao acordar (eu faço isso ainda na cama), observe sua agenda ( ou to do list…) e verifique quais atividades e iniciativas deve realmente realizar. Crie seus próprio sistema de prioridades (em breve escreverei mais sobre isso…!).

Ah, nunca se esqueça de avisar os envolvidos que você resolveu não cumprir qualquer compromisso que seja. Lembre-se que todos os envolvidos em seus compromissos devem ser avisados que você não o fará! Devemos sempre dizer sim quando decidimos fazer algo e SEMPRE RECUSAR EDUCADAMENTE algo que decidimos não fazer – respeitando o tempo do outro!

.

★ Enfim é isso! Na minha opinião, estes são os primeiros passos para se tornar-se essencialista!

Para escutar este post através de PODCAST clique aqui:

♥ Direto no site: Pílula 4 – Torne-se Essencialista. 

∞ No iTunes: Pílula 4 – Torne-se Essencialista. 

♦ Meu canal já está disponível no iTunes e para assinar é só procurar renunes.com.br ou clicar aqui: renunes.com.br no iTunes! 

E então, o que achou desta TEORIA ESSENCIALISTA?! Eu vou continuar estudar e aplicar este novo lifestyle e caso você tenha interesse em saber mais ou que eu continue com estas postagens, deixe seu comentário abaixo ou me envie um e-mail! É muito importante para mim saber se este post foi ESSENCIAL ou apenas algo que pode ser descartado!

.

bj bj bj e ótima semana.

Rê Nunes

.

.

Compartilhe:
Facebook Twitter Tumblr Linkedin Plusone Email
  1. Bom dia! Interessante! Tenho tentado me organizar… sem sucessos. O minimalismo me atrai. Aínda não consegui pratica-lo. E agora vc me apresenta o Essencialismo. Tenho tempo de sobra e desperdiço todo ele… Quero aprender mais e adota-los em minha vida e já ir passando pra minha filhinha. Parabéns pelo seu trabalho! Obrigada!

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *