#5 Esquerda, Direita e a Outra Direita

Captura de Tela 2013-02-17 às 22.30.56

Olá queridas leitoras do My Best Wish,

Hoje temos por aqui um dos grandes mistério da humanidade. Sim, sim, depois de alguns artigos acho que estou criando uma certa intimidade para ir um pouco mais além. Talvez hoje toda a fúria de vocês caia nos comentários, mas vamos lá… respiro fundo, e simbora!

Pense em um dia de passeio comum pela cidade. Você dirige seu carro tranquilamente e o passageiro – seu marido, amigo ou aquele carona que você finalmente tomou coragem de perguntar se ele quer uma carona até o metrô – pede para você entrar a “próxima a direita”. Nesse momento o universo inteiro pára e tudo fica em slow motion. E… vocês entram a esquerda. OMG! :O

Fui buscar e ler algumas pesquisas, mas não encontrei nenhum estudo específico relacionado a essa atitude meio que programada de fábrica nas mulheres (não xinguem ainda). Mas a verdade é que o cérebro dos homens e mulheres são realmente bem diferentes como os cientistas afirmam.

O homem é sempre mais imediatista e específico. É como se a gente pensasse o que eu preciso fazer aqui e agora, e assim eu me dedico inteiramente a isso sem me preocupar com o resto. Talvez essa seja o motivo da bagunça que criamos em volta de uma tomada que vamos arrumar, ou mesmo na toalha em cima da cama, pois estamos com o foco em nos vestir e não em encontrar uma “casinha” para a toalha..rs

Agora as mulheres, pelo amor de deus, ficam com 359 assuntos ao mesmo tempo e ainda se maquiando. Então é muito comum você falar com a sua amiga no telefone, se maquiando, de olho na caixa de email do computador e escutando o seu marido terminar o banho para você usar o espelho maior do banheiro. Photo 17-02-13 11 31 45É, até engraçado, mas me fala se não é bem assim que funciona? Aliás, já perceberam que a velocidade do papo aumenta quanto mais perto a amiga está?

Se usar o mesmo exemplo dos homens, enquanto vocês saem do banho, já amarram a toalha de um jeito que possam passar o creme nas pernas apoiada na cama, enquanto lêem o rótulo do creme para o corpo e nos perguntam que roupa ficaria melhor para sair hoje, dando 3 opções.

Acho que por causa desse carinho, a toalha de vocês cria vida própria e volta para o lugar sozinha.Só pode…rs Afinal não importa aonde ou como colocamos a toalha depois do banho, sempre estamos errados, ou por não estar no local correto, ou por não deixar ela esticadinha a 90 graus, naqueles pauzinhos que não sei o nome.

Mas não é só na direita ou esquerda, na toalha depois do banho ou fazendo uma receita e ao mesmo tempo organizando a cozinha que as mulheres usam o seu poder cerebral. Não dá para falar nesse assusto sem falar – mesmo que um pouquinho – na “intuição feminina”.

Exatamente, meninas! Aquele sentimento que faz com que – antes mesmo de dizermos um simples ‘oi’ – já permite com que você pergunte “por que você está assim? o que aconteceu?”.

Pode até parecer um super poder, mas no meu entender e nas pesquisas da Internacional Couto Women’s Analysis, cheguei a conclusão que nada mais é a intuição feminina do que a perscepção de diferentes sinais ao mesmo tempo, fazendo um comparativo com a atividade previamente registrada. 😉

Para simplificar, é apenas a leitura que vocês fazem da pessoa, situação ou assunto e comparam com o que normalmente deveria ser. Se existe algo diferente, mesmo minimamente: PLIM! Sobe a bandeirinha vermelha (ou rosa, se preferirem) de que algo mudou, vai mudar ou está mudando.

E o homem nessa? Existe “intuição masculina”? Olha talvez para os negócios (lembra do específico?) exista algum sentimento que direcione e fale: vai que é assim. Mas nós precisamos de muito mais sinais, ou mesmo sinais mais fortes para entender o que está acontecendo. Fazendo um comparativo do cérebro com uma sala vazia, a atividade cerebral do homem é um homem andando por essa sala, indo de um lado para o outro da sala conectando as ondas cerebrais.

Já a atividade cerebral das mulheres – na minha opinião – é um grupo de mulheres, umas 5 pelo menos, fazendo tudo isso ao mesmo tempo. O problema é que algumas vezes ela se esbarram e se colidem umas nas outras, o que acredito que seja no exato momento que a gente fala: Entra a próxima a direita, por favor. <3

Camilo Coutinho
www.camilocoutinho.com.br

Mais posts sobre este assunto:

8 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *