#12 Eu nem sei por que ainda estou como você, seu idiota.

#12 Eu nem sei por que ainda estou como você, seu idiota. 

– É isso mesmo. Não me entende, não me conta as coisas… ­

– mas…

– Você é um perfeito idiota, eu nem sei porque você nasceu. ­

– Amor, peraê… (ele vai tentar te abraçar para te acalmar)

– Sai daqui! Garoto, eu te odeio.

– como assim me odeia?
­
– Vai embora, sai daqui, some. Eu quero um tempo…
­ tudo bem, eu vou para casa, amanhã a gente se fala. Se acalme eu te amo…
­
– Ainda está aí ( vocês falam irônicas ) pode ir, não vai fazer a mínima falta. Eu sou mais eu, e além do mais eu tenho meus amigos. Eu não preciso de você para ser feliz.
­
– Tá bom.. [ Ele olha triste e desconsolado sem entender nada do que está acontecendo ] ­
– Tem milhões de admiradores ao meu redor, que me tratam muito melhor que você.

– [Indo para a porta ele responde] ­ Amar você linda todo mundo ama, é fácil. Quero ver eles continuarem te amando quando você estiver na TPM, ou precisando de um abraço chorando porque a sua nova ideia foi rejeitada pela estilista. Mesmo assim desculpa, estou indo… espero que descanse para amanhã estar melhor….
­
– Vai à merda

Ele respira fundo e vai saindo do quarto. Nesse ‘longo caminho’ a gente pensa que é só TPM, e apesar de machucados e chateados ,enquanto você digere a última fala dele com cara de bravíssima e depois de dar a última porrada, nos despedimos falando bem baixinho:
– Desculpa me intrometer… eu só te amo… Boa noite.

TIK! é o barulho da lingueta da maçaneta se fechando e que ecoa em todo o quarto.

bingo-do-grito

Olá amáveis leitoras do My Best Wish,

Hoje o artigo começou diferente e tem total relação com o meu primeiro artigo, o mil presentes que você deixou de ganhar. Parece brincadeira mas eu tenho notado que quanto mais amor se tem ou mais afinidade com as pessoas, maior é o destrato em momentos de pressão.

Sim, parece que existe uma régua invisível que vocês utilizam para calcular a quantidade de amor de vocês, e utilizam essa medida para calcular a quantidade de pitis, ataques, cutucadas, chiliques e malcriações que vocês podem fazer com quem amam, principalmente nós: seus homens.

Entendo que vocês sofrem todas as pressões da sociedade e do universo para quebrar os paradigmas do sexo frágil, mas não precisam bancar as duronas com aqueles que te dão mais apoio nas horas mais difíceis, ou mesmo aqueles que serão os únicos a dizer um não para vocês, quando achamos que estão fazendo algo que não irá agregar valor construtivo em sua vida, ou seja, uma cagada..rs

A questão da TPM, não gosto nem entrar na questão. Primeiro que não sou médico, e segundo que é polêmica demais para um único post. A grosso modo é que na maioria das vezes, a TPM é o principal início para vocês se desculparem. “Amor, desculpa eu estava na TPM”,”Desceu hoje, eu tava de TPM ontem, desculpa”, e inúmeras outras ligações e diálogos perigossísimos, que na verdade, nós entendemos, desculpamos, mas não ‘cura’ a porrada.

O problema vai se intensificando quando isso se torna mais frequente. Eu vou entender se uma vez ou outra por ano você explodir de TPM, mas todo o mês o mesmo chilique, a mesma briga? É, realmente vou começar a pensar que você está usando isso para me distanciar por outro motivo.

Mulheres, os homens também tem sentimentos ­ muito mais simples, mas mesmo assim ele ama, sofre, chora e sorri. Muitas vezes ele deixou de ir no buteco com os amigos para ir atrás de um presente para você, ou mesmo resolver algo que estava te incomodando e você não pode por causa de tempo. Ele se esforça e o mínimo que quer é um ‘obrigado amor’, super beijo e um abraço sincero.

Ao invés disso, você está louca com outros pepinos ­ que não temos nada a ver com isso naquele momento ­ e pergunta por que demoramos? Que deixamos de ir no buteco, mas nós vamos toda semana, então na outra semana tem mais, nem vai ter problema. Já você perder 5 minutos para nos ouvir e agradecer de coração… aaaahhh isso sim vai ser um tempo perdido irrecuperável.

Assim como a receita da semana passada, gostaria de fazer um exercício do renomadíssimo instituto International Couto Women’s Analysis, é o bingo do carinho no relacionamento.

Imprima essa cartela abaixo e vá marcando o que você disse, até completá­la. A cada quadradinho marcado, você ‘deve’’ um abraço apertado ao seu homem. Completando uma fileira, você ‘deve’ uma noite de jantar completa, incluindo escutar ele falar sobre como é engraçado aquele vídeo ‘X’ do youtube.

Agora, se você completar a cartela….ixi… PARABÉNS! #sqn
Você deve pagar o quanto antes para ele, no mínimo um final de semana de dedicação barba cabelo, bigode e sem o seu celular conectado no facebook. Agora é olho no olho, muito carinho e fazer as principais vontades nossas, como ir andar de caiaque, comer aquele super filé a parmegiana, etc…

Você é forte o suficiente para participar? Então imprima o seu. 😉

mbw-post11-bingo-do-autocontrole

Pensando no seu último semestre, completou quantas cartelas? Até semana que vem.
<3

Mais posts sobre este assunto:

5 comments

  1. Me vi nesta novela mexicana que você monstruo! será que os homens não podem entender que temos hormônios e isso não é culpa nossa?

    Já terminei relacionamento por causa destes problemas.

    beijos Camilo e parabéns pelo texto. Dica feminina: seja mais maleável com as mulheres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *